Saiba como funcionam os consórcios imobiliários
Voltar para o blog

Saiba como funcionam os consórcios imobiliários

Comprar um imóvel à vista é uma opção para poucos. Para contornar isso, é possível recorrer a duas alternativas: o financiamento ou o consórcio imobiliário. O primeiro é recomendável para aquelas pessoas que não dispõe de tempo e precisam do imóvel na hora. Mas para aqueles que podem esperar e se planejar com calma, o consórcio imobiliário é, com certeza, a melhor opção!
Para que não tenha dúvidas na hora de escolher qual caminho seguir na hora de comprar seu novo imóvel, confira algumas informações que separamos para você! 


1. Como funciona o consórcio imobiliário?

O consórcio imobiliário consiste em um grupo de pessoas, físicas ou jurídicas, que se juntam para fazer um poupança de um valor pré-determinado, que é pago dividido em um número de parcelas mensais para uma administradora, responsável por gerenciar o dinheiro.
No fim do pagamento de todas as parcelas, todos os participantes recebem uma carta de crédito no valor determinado, que poderá ser utilizada para compra de um imóvel novo ou usado, para reforma de um local que já possuir ou para construção em terreno de sua propriedade.

2. O valor total pago vai ser igual ao valor contemplado?

Uma das vantagens do consórcio é não possuir juros, porém existe a taxa de administração que varia entre 0,15% e 0,2% ao mês. No final, o participante terá pago cerca de 18% sobre o valor total da carta de crédito.

Por exemplo: uma carta de crédito de R$ 100.000 poderá custar cerca de R$ 118.000 ao fim do consórcio, dependendo da taxa e do número de parcelas.

3. É possível ser contemplado antes do fim das parcelas?

Sim. Para ser contemplado antes, existem duas opções: por meio de sorteio —  realizado mensalmente pela administradora entre todos os participantes — ou dando um lance. No segundo caso, você dá um lance num valor x e, quem tiver oferecido a maior quantia, leva a carta.

Nesse último caso, se acontecer do seu lance não ser o contemplado, você pode escolher entre ter o seu dinheiro de volta ou usar a quantia para quitar as parcelas futuras do consórcio.

4. Em caso de inadimplência ou desistência, o que acontece?

O atraso das parcelas está sujeito a multas e encargos, conforme determinado no contrato assinado na hora da contratação do consórcio. Caso o participante atrase muitas parcelas, ele fica sujeito, também, à exclusão do grupo.

Se houver desistência, o participante pode recorrer a três opções: vender a cota para outra pessoa, que ficaria responsável pelo pagamento das parcelas restantes, renegociar o consórcio para outro bem que estiver sendo oferecido e que seja mais em conta, ou pedir, junto à administradora, a exclusão do grupo, ficando suscetível a multas e encargos, também conforme descrito no contrato.

5. Como escolher uma boa administradora?

Todas as administradoras de consórcios devem estar autorizadas pelo Banco Central para oferecer esse tipo de serviço. É essencial avaliar a qualidade do atendimento e ler atentamente todas as condições antes de assinar o contrato.


Dúvidas sobre como comprar um novo imóvel? Entre em contato conosco, além de encontrar o imóvel ideal, podemos ajudar você a escolher as melhores opções de consórcios e/ou financiamentos!


Texto escrito e publicado originalmente por GuiaBolso

Outros posts

  1. 9 vantagens de comprar um apartamento na planta

    9 vantagens de comprar um apartamento na planta

    A compra de um imóvel é um dos momentos mais emocionantes na vida de uma pessoa. Sair do aluguel e se tornar um proprietário traz muito mais equilíbrio e segurança financeira. Porém, a...

  2. Entenda como funciona e quais os tipos de financiamentos imobiliários

    Entenda como funciona e quais os tipos de financiamentos imobiliários

    Como funciona um financiamento imobiliário? Antes de analisar quais os tipos de financiamento de imóveis estão disponíveis no mercado, pode ser interessante para o consumidor que ainda não...

  3. Mitos e verdades do dia a dia dos condomínios.

    Mitos e verdades do dia a dia dos condomínios.

    Fazer parte de um condomínio pode ser muito positivo, mas também pode se tornar um pesadelo para alguns moradores! Pensando nisso, fomos atrás e encontramos esse conteúdo bem legal do...

|